domingo, 16 de janeiro de 2011

Começando 2011 com pé direito

            Olá meus queridos, quero compartilhar aqui o terceiro selinho que ganho, começando 2011 com o pé direito, me foi presenteado pelo querido amigo e blogayro do blog Três Egos, um amor de blog, um amor de pessoa, onde tenho aprendido muito, dado boas gargalhadas e também pensado bastante. Este selinho tem 3 regrinhas e não quero quebrar nenhuma delas, ai vai:

1° Regra: Passar o selo para 10 blogs.
                               Bem, confesso que dentro os blog que leio com mais freqüência, foi bem difícil escolher apenas 10, queria poder indicar muitos, mas, para não quebrar a regra, segue aqui os 10 indicados, mas muitos são os merecedores.
            - Intimidades da Curiosa
            - Em crônicas e contos
            - A vitrine de sonhos
            - Afrodite para maiores
            - Apenas um cantinho de poesia ...
            - Carlos Soares (Poeta e Escritor)
            - ENDIMMAWESS
            - Flor da vida
            - Arsênico ... é o garáleo a 4
            - Machado de Carlos (Sonetos)

2° Regra: Avisar aos blogs que receberam o selinho.

3° Regra: Falar 10 coisas sobre mim.
            Bem, digo que esta não é a mais fácil das regras, mas, vejamos no que dá!
1 = Sou louco para aprender a dançar, mas verdade seja dita, uma árvore requebra mais.
2 = Sou tímido, calmo e paciente, mas não queira me ver fora do sério, nem eu mesmo ainda vi este dia, tenho até medo dele rsrs.
3 = Adoro plantas, cachoeiras, praia, flores,
4 = Sou muito besta, ou seja, romântico.
5 = Ainda acredito no amor entre dois.
6 = Amo música eletrônica.
7 = O conquistar não está nas palavras, mas no olhar, assim como a verdade e a sinceridade.
8 = Não suporto os padrões da sociedade e admiro que tem a capacidade de questioná-los.
9 = Acredito que se há saída para a humanidade, está é a educação.
10 = Quero muito namorar, mas, ou sou muito complicado ou muito azarado.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Divagações de Uma Crise

 imagens google
            Estive pensando um pouco sobre tudo que aconteceu recentemente, e ainda assola muitas economias capitalistas mundo afora, o padrasto W, implantando a autonomia monetária, não fez seu dever de casa, dizia que o próprio mercado financeiro se auto regulamenta.
            Com total liberdade, os carnívoros bancários norte americanos, começaram a desenvolver todo tipo de empréstimo, bastava que você tivesse um documento comprovando quem você era de fato. Feitos estes empréstimos com juros absurdos, pois é de alto risco emprestar a quem não possui comprovação de renda, ainda queriam ganhar mais, fizeram papeis destas dívidas e os lançaram no mercado de ações, a famosa moeda podre.
            No entanto, não contavam com uma coisa, geralmente quem não consegue comprovar renda, é porque não a possui, e quem não possui renda, como poderá pagar dividas? Os bancos começaram a não receber altas fortunas, as dívidas cresciam assustadoramente, e os papeis lançados no mercado, todos podres, dívidas não pagas, sem valor nenhum.
            Uma multidão de endividados, uma multidão de furiosos por terem perdido dinheiro com papeis podres, todos os bancos quebrados, sem dinheiro, literalmente falidos. Capitalistas cegos que não sabem ser capitalistas.
            O atual governo norte americano já liberou alguns trilhões de dólares para socorrer os bancos depois do 4° maior banco do mundo anunciar falência, e para a compra destes papeis podres, onde apenas estes, devem chegar perto dos 3 trilhões de dólares.
            Mas, porque estou a divagar sobre isso? Já respondo:
            Confesso que gostaria de ser um débil, um ignorante, um sem instrução, pois é enlouquecedor ver que quando a máquina deste sistema está a beira do final, quando algo novo poderia surgir, quando a humanidade tem a oportunidade de evoluir, as engrenagens “são movidas” de tal maneira a utilizar todos os recursos imagináveis para suprir as necessidades deste momento, demissões em massa, corte de férias, benefícios, congelamento dos salários e contas e tanto mais, no entanto, seres humanos morem na fila de um hospital, morem de fome, desnutridos, contaminados por falta de saneamento, morrem ignorantes por não ter escola, morrem numa guerra, quando os “patrões ricos” decidem brigar para ver quem tem mais dinheiro, morrem nas favelas dominadas pelo tráfico (que por sinal é liderado também pelo capitalismo neoliberal, é assim que “eles” minam, se infiltram e destroem qualquer entidade ou organização que ameace seus interesses), mas, para realidades deste tipo, não é necessário pacotes de trilhões de dólares e valorização do trabalhador, afinal, isso não ameaça as fortunas e o poder “deles”!
Related Posts with Thumbnails