sexta-feira, 9 de julho de 2010

Desejos

Hoje estou possuído
Sentindo algo diferente
Ardente...
Queimando
Sinto algo estranho por dentro
Um nó na garganta
Uma excitação...
Estranha
Diferente

Me possua
Agarre-me em seus braços...
Fortes...
Me segure
Jogue-me na cama
Beije-me
Eu preciso!

Um calor que acalenta,
Uma mão que sustenta,
Um beijo enobrecedor,
Um aperto forte,
Estou a tua espera!

9 comentários:

  1. Que o fogo do desejo se arda e não acabe antes que ele chegue...
    Um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Gente, o que foi isto? Peraí que eu já chamo o bombeiro! Conheço um que apagaria todo este fogo... huahuahuhauuah... :P

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Um fogo assim tem de encontrar muita floresta, pois senão se consome rápido! Ha noites assim, em que se queima por dentro e se grita para fora a busca de alguém que nos alivie as queimaduras!

    Abraços,

    ResponderExcluir
  4. Que forte e intenso seu poema.
    E essa foto hein...qm é esse?
    Que gato!
    :*

    ResponderExcluir
  5. Com tanto calor até eu fiquei suando aqui. Um poema cheio de desejos. Amei.
    Bjux

    ResponderExcluir
  6. A espera da paixão, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  7. Versos intensos de desejo, algo que fica entre razão e emoção, entre pensamento e imaginário.
    Beijos pra ti e um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  8. ai seu lindo, me joga no google, me chama de pesquisa e diz q sou tudo q vc quer saber?
    #fail

    abraços
    voy

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails