segunda-feira, 24 de maio de 2010

Minha História Capitulo 04

Um Pouco de Antipatia

07 de novembro de 2003.

Esta conversa não foi tão boa e produtiva quanto as outras, de início, já começou com uma repressão, Irmã Elizabete disse que eu iria cronometrar o tempo dos encontros, começando com aquele, que a partir de agora seria de 45 minutos, no máximo de uma hora. Eu não gostei nem um pouquinho, em primeiro lugar, percebi que era uma renúncia aos dois longos encontros anteriores e, em segundo lugar, alguns dias estou bem, tenho pouco a dizer, mas as vezes, vontade de gritar, de correr, de chorar, tenho muito a dizer, a perguntar, a questionar.
Todo este encontro foi um pouco chato, pois isso aconteceu no inicio e a impressão que tive é que isso estava sendo um peso para ela, independente do que estava acontecendo comigo.
Ela me passou vários trabalhos para fazer, e não estou tendo tempo, pois também estou fazendo minha monografia, trabalho que todos os seminaristas fazem no final do propedêutico para ingressarem na filosofia. Ao dizer isso, sabem o que ela me respondeu?
- Não quero saber, se vire!
Resumindo, saí daquele encontro um pouco revoltado. Começamos a discutir também neste encontro um pouco sobre como vai ser minha vida no próximo ano, fora do seminário, com quem vou me encontrar (dar continuidade ao trabalho psicológico), o que vol fazer, como vou dividir meu tempo, que será discutido de forma mais clara no próximo encontro quando eu entregar a ficha com tudo escrito detalhadamente (um dos trabalhos solicitados).
Ao chegar em casa, senti um pouco de revolta, é como se ela estivesse me controlando de certa forma, ou, me rejeitando pelo que sou, como se eu fosse um instrumento em suas mãos e ela fizesse o que quisesse.
Vamos ver como será o próximo encontro, e, se algum dia, eu sair de lá sem dizer algo que estava necessitando dizer, vou reclamar os meus direitos de falante, se ela escolheu e aceitou livremente me ouvir, que ousa até o fim.

HOJE
Enquanto lia e digitava esta este relato do quarto encontro, comecei a rir, tomando consciência de como minha mente era ainda restrita naquela época. Hoje, depois de ter passado por furiosas tempestades, depois de ter aprendido muito, de ter lido muito, não apenas livros, mas a vida também, e esta é a melhor, percebo que muitas atitudes foram necessárias, confesso um porco de vergonha ao escrever o primeiro parágrafo, mas como estou sendo fiel aos escritos antigos, não alterei nada, como mencionei no primeiro capítulo, apenas os nomes doas atores. Cada um, cada pessoa, independente do que faça, têm sua vida, seus afazeres, suas responsabilidades, e eu a estava culpando por não dispensar 2 ou 3 horas de seu dia em meu favor, apenas uma hora, isso faz parte da disciplina, de cada um, de cada profissional, de cada ser humano, e vejo como isso me ajudou a atingir a minha disciplina. Hoje minha opinião, visão, é outra completamente diferente, consigo ver a importância deste quarto encontro, no entanto, também entendo que minha mente, naquela época, estava envolta em tantas contradições que acho até normal, não ter percebido nada disso.
Se pelo acaso, Irmã Elizabete vir a tomar conhecimento destes textos, em especial deste, venho aqui registrar meu pedido de desculpas por ter sido tão cabeça dura naquela época.

5 comentários:

  1. Olá querido! Obrigada pelo carinho!
    Bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  2. rsrsrs, me desculpe, mas não posso adiantar esta parte.

    ResponderExcluir
  3. Olá, seja bem vindo!!!!
    Estou te seguindo aqui!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Td bem?

    Muito obrigado pela visita ao meu blog, espero mais vezes lá! E que bom que amou, particularmente, não acho o meu blog tão atrativo... rs. Momento humildade... rs

    Quanto ao nosso passado, é engraçado realmente quando lemos algo que escrevemos no passado. Em alguns poucos meses da minha vida escrevia diários e é engraçado de como todos aqueles pensamentos, todas aquelas situações, nos transformaram no que somos hoje.

    Irei voltar mais vezes com calma para pegar esta "Minha História" desde o começo...rs

    Abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails